Autora da Editora Fórum, Cármen Lúcia é eleita presidente do TSE

Cármen Lúcia foi eleita para um mandato de dois anos (Crédito: Carlos Humberto/SCO/STF)

Autora da Editora Fórum e palestrante, a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha foi eleita nesta terça-feira (06/03) pelo plenário do TSE durante a sessão administrativa, para um mandato de dois anos.

Mineira, 57 anos, e conhecida por sua dedicação ao trabalho, Cármen Lúcia recebeu sete dos oito votos dos ministros presentes. O outro foi para o novo vice-presidente, Marco Aurélio Mello.

Em junho de 2006, Cármen Lúcia chegou ao STF por indicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para a vaga deixada por Nelson Jobim. Sua eleição para presidente do TSE chega nesta semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher com uma curiosidade. Ela será a primeira mulher a presidir o órgão. Depois da votação, Cármen Lúcia lembrou que há 80 anos – em 24 de fevereiro de 1932 – a mulher brasileira conquistava o direito ao voto. “Somos hoje mais da metade da população. O quadro da cidadania brasileira mudou, apesar da ainda pequena participação da mulher em cargos de representação política e de comando”, disse.

Pela Editora Fórum, Cármen Lúcia é autora de “Direitos de para todos” (Editora Fórum, 2ª edição) e coordenadora da obra “Constituição e Segurança Jurídica: Direito Adquirido, Ato Jurídico Perfeito e Coisa Julgada” (Editora Fórum, 2ª edição). Doutora e mestre em direito constitucional, além de especialista em direito empresarial. Foi procuradora-geral do estado de Minas Gerais. Formou-se em direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) e é professora licenciada da instituição.