Conheça as carreiras jurídicas que estarão em alta em 2019

As  empresas de recrutamento Michael Page, Page Personnel, Robert Half e Catho divulgaram recentemente pesquisas sobre as  profissões com maior possibilidade de demanda a partir de análises de mercado e tendências de contratações das empresas neste ano. Para os profissionais que atuam na área jurídica, selecionamos os postos de trabalho que deverão ser mais procurados em 2019, confira quais são e os perfis e salários de cada profissional.

Advogado contencioso legal

  • O que faz: profissional sênior atuando no contencioso e que cuide da parte processual. Ou seja, cuida de toda a esfera judiciária ou arbitral com o intuito de solucionar um conflito.
  • Perfil da vaga: capacidade estratégica e de gestão. Trata-se de um profissional que atua mais comumente em escritórios de advocacia, mas que também pode ter importante função em empresas.
  • Salário: R$ 13 mil a R$ 25 mil.
  • Motivo para alta: como consequência de um momento de crise, a tendência de aumentar a quantidade de litígios é evidente. Neste contexto, há maior demanda pelo judiciário, o que resulta em muito trabalho para profissionais da esfera contenciosa. Os advogados de contencioso especializado devem ser ainda mais necessários em um cenário de recuperação, como se espera para este ano, devido a sua capacidade estratégica.

Advogado de compliance

  • O que faz: institui normas de governança, define limites lícitos para conduta de profissionais e para procedimentos da empresa, aplica normas instituídas por matriz estrangeira (podendo ou não fazer adequações locais), fiscaliza operações políticas, fiscais ou morais de assuntos relacionados à empresa, além de dar cursos e treinamentos para ensinar e disseminar o tema internamente.
  • Perfil da vaga: profissional que passou a atuar tanto em empresas como em escritórios de advocacia, na maioria das vezes um profissional mais sênior.
  • Salário: R$ 25 mil a R$ 70 mil.
  • Motivo para alta: em razão das investigações políticas e fiscais ocorridas nos últimos anos no Brasil, as empresas se preparam para novo cenário de governança mais rígida. Ética passou a ser um valor ainda mais requisitado, tanto pelas empresas como pelos candidatos.

Advogado digital

  • Perfil: profissional responsável por atuar na aplicação da lei em crimes cibernéticos. São indicadas pós-graduação em direito digital e compliance ou especialização em direito digital e telecomunicações.
  • Salário: entre R$ 4 mil e R$ 7 mil.
  • Motivo para  alta: a internet abriu portas para o aparecimento de diversos crimes digitais como uso indevido de imagens, roubo de informações e cyberbullying. E a modernização trouxe ferramentas referentes a petições eletrônicas, intimações via aplicativos mensagens instantâneas, entre outras.