Ministros do STF e jurista português debaterão os 30 da Constituição em evento na capital federal

Um balanço dos 30 anos da Constituição Federal, os desafios atuais e as perspectivas para as próximas 3 décadas. Estes são os temas  que pautarão os debates de um dos principais eventos sobre a Carta Magna brasileira em 2018, o “30 anos da Constituição Federal –   Desafios constitucionais de hoje e propostas para os próximos 30 anos“.

O congresso reunirá nomes de peso, sendo a maioria responsável direta pela guarda da Constituição, os ministros do Supremo Tribunal Federal. Estão confirmados como palestrantes os ministros  Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Edson Fachin, Gilmar Mendes, Luis Roberto Barroso, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, a presidente da corte, Carmen Lúcia, além do ex-presidente do STF, Carlos Ayres Britto, e o professor Catedrático Jubilado na Faculdade de Direito da Universidade em Coimbra, José Canotilho.

De acordo com o presidente e editor da Editora Fórum, Luís Cláudio Rodrigues Ferreira, empresa organizadora do evento, o encontro proporcionará aos participantes uma grande oportunidade de conhecer de perto as teses jurídicas dos ministros do STF e ainda ouvir  um dos maiores estudiosos das Constituições no mundo, o professor e jurista português José Canotilho.

O evento ocorrerá na capital federal, no Windsor Plaza Brasília Hotel, nos dias 05 e 06 de novembro de 2018. A programação completa e as inscrições estão disponíveis no hotsite oficial do congresso. 

Serviço:

30 anos da Constituição Federal –   Desafios constitucionais de hoje e propostas para os próximos 30 anos
Data: 05 e 06 de novembro de 2018
Local: Windsor Plaza Brasília Hotel,
Informações e inscrições: http://eventos.editoraforum.com.br/30anos/

Contatos: evento@editoraforum.com.br
Tel: (31) 2121-4940 – Marcos

 

Um comentário em “Ministros do STF e jurista português debaterão os 30 da Constituição em evento na capital federal

  1. Peça excelência do tema e a qualificação dos participantes percebo que o evento será extraordinário. Pena que não é possível a nossa participação, devido às dificuldades de deslocamento aqui do interior. Quem sabe logo possamos ter esse tipo de simpósio disponibilizado pela via “on line”. Parabéns.

Comentários estão fechados.