Ministros do STF e jurista português debaterão os 30 da Constituição em evento na capital federal

Um balanço dos 30 anos da Constituição Federal, os desafios atuais e as perspectivas para as próximas 3 décadas. Estes são os temas  que pautarão os debates de um dos principais eventos sobre a Carta Magna brasileira em 2018, o “30 anos da Constituição Federal –   Desafios constitucionais de hoje e propostas para os próximos 30 anos“.

O congresso reunirá nomes de peso, sendo a maioria responsável direta pela guarda da Constituição, os ministros do Supremo Tribunal Federal. Estão confirmados como palestrantes os ministros  Alexandre de Moraes, o presidente da corte, Dias Toffoli, Edson Fachin, Gilmar Mendes, Luis Roberto Barroso, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, Carmen Lúcia, além do ex-presidente do STF, Carlos Ayres Britto, e o professor Catedrático Jubilado na Faculdade de Direito da Universidade em Coimbra, José Canotilho.

De acordo com o presidente e editor da Editora Fórum, Luís Cláudio Rodrigues Ferreira, empresa organizadora do evento, o encontro proporcionará aos participantes uma grande oportunidade de conhecer de perto as teses jurídicas dos ministros do STF e ainda ouvir  um dos maiores estudiosos das Constituições no mundo, o professor e jurista português José Canotilho.

O evento ocorrerá na capital federal, no Windsor Plaza Brasília Hotel, nos dias 05 e 06 de novembro de 2018. A programação completa e as inscrições estão disponíveis no hotsite oficial do congresso. 

Serviço:

30 anos da Constituição Federal –   Desafios constitucionais de hoje e propostas para os próximos 30 anos
Data: 05 e 06 de novembro de 2018
Local: Windsor Plaza Brasília Hotel,
Informações e inscrições: http://eventos.editoraforum.com.br/30anos/

Contatos: evento@editoraforum.com.br
Tel: (31) 2121-4940 – Marcos

 

Um comentário em “Ministros do STF e jurista português debaterão os 30 da Constituição em evento na capital federal

  1. Peça excelência do tema e a qualificação dos participantes percebo que o evento será extraordinário. Pena que não é possível a nossa participação, devido às dificuldades de deslocamento aqui do interior. Quem sabe logo possamos ter esse tipo de simpósio disponibilizado pela via “on line”. Parabéns.

Comentários estão fechados.