Pesquisa aponta os principais motivos da rotatividade de advogados no mercado

salario-advogado-empresa-brasil

Estudo realizado pela  GEJUR,  uma empresa de comunicação e relacionamento voltada para a Gestão Jurídica, aponta as principais causas da rotatividade de advogados no mercado jurídico, nos dois últimos anos (2014 e 2015).

Segundo a pesquisa feita com profissionais de escritórios de advocacia e de departamento jurídicos ou compliance, a maior parte dos entrevistados (38%) afirmar que a principal causa de pedido de desligamento por parte dos advogados são os baixos salários e/ou os benefícios, seguida pela falta de oportunidades de crescimento profissional (18%) falta de reconhecimento (10%) e também (10%) apontam problemas com chefe.

Entre as dicas para reduzir a rotatividade deixadas pelos advogados que atuam em escritórios consultados no estudo estão o investimento no plano de carreira, criação de oportunidades para trabalhar o conhecimento, ambiente de trabalho como principal motivador da permanência ou desligamento do profissional,  realizar pesquisas sobre o clima organizacional ao menos uma vez por ano, avaliação semestral por competência para avaliar cada colaborador por seu trabalho e competência profissional, pessoal e comportamental.

Já os profissionais que trabalham em departamentos jurídicos ou compliance sugerem a criação de plano de cargos e salários reais baseados em meritocracia,  investimento na capacitação e retenção de talentos, criação de um ambiente de trabalho que dê a profissional a oportunidade de participar de projetos importantes para a empresa, entre outros.

A pesquisa na íntegra pode ser acessada no site da GEJUR (exige cadastro para visualizar).