Normas para publicação

NORMAS TÉCNICAS

 

Linha Editorial: A Revista de Direito Empresarial – RDEmp destina-se a empresários, estudantes e profissionais do Direito e da Economia. Tem como objetivo a ampla divulgação do mais atual e contemporâneo pensamento doutrinário relativo ao âmbito empresarial, seja nacional ou internacionalmente, abordando diversos temas relevantes sob o aspecto jurídico e econômico e úteis para a prática profissional cotidiana. Indexada em várias instituições de pesquisa, foi reclassificada pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) para o conceito “B1”. Sua edição é quadrimestral, com renovado Conselho Editorial, cujos integrantes são Professores nacionais e internacionais.

 

1. Formação acadêmica e vinculação a projeto de pesquisa: É exigido que ao menos um dos autores do artigo seja integrante de programa de pós-graduação com título de doutor. Não é necessário, contudo, que o doutorado seja na área jurídica. Caso o artigo esteja associado a Projeto de Pesquisa vigente, deverá ser indicado o Projeto, a instituição financiadora e o número do edital (se existente), em nota de rodapé logo após a indicação do título do artigo.

 

2. Formatação: O trabalho que será submetido ao Conselho de Pareceristas da RDEmp (sistema double blind review), deverá ser inédito e digitado em Word for Windows, fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5 e parágrafo justificado. As páginas devem ser numeradas e configuradas no formato Letter, contendo no mínimo 15 e no máximo 20 páginas, incluindo referências, ilustrações, quadros, tabelas, gráficos, etc. Os textos devem ser revisados, além de terem sua linguagem adequada a uma publicação editorial científica.

 

3. Folhas de rosto: A primeira folha de rosto deve conter o título em português (CAIXA ALTA, em negrito, fonte Times New Roman, tamanho 14, parágrafo centralizado) e em inglês, italiano, francês ou espanhol (Caixa Baixa, com iniciais em maiúsculas, em itálico, fonte Times New Roman, tamanho 12, parágrafo centralizado). O título deve conter no máximo 12 palavras, sendo suficientemente específico e descritivo. O nome do(s) autor(es) deve(m) constar logo após o título em inglês (e na língua originária do texto) e ser acompanhado, em nota de rodapé, dos seguintes elementos: titulação, instituição a que se vincula o(s) autor(es), cidade, estado, país e e-mail para contato. Devem ser também indicadas as eventuais fontes de financiamento e projetos relacionados ao trabalho. O Resumo deve constar na primeira página, juntamente com o Abstract e os descritores (palavras-chave e keywords). A segunda folha de rosto deve conter as mesmas especificações, omitindo, entretanto, a identidade dos autores, sua filiação e endereço. O texto do trabalho deve ser antecedido de sumário bilíngue indicativo dos itens (inclusive bibliografia), em português e em inglês (e na língua originária do texto).

 

4. Resumo/Abstract: Deve conter no mínimo 200 e o máximo de 250 palavras, em português/inglês, com fonte Times New Roman, tamanho 11, espaçamento simples parágrafo justificado. Na última linha deverão ser indicados os descritores (palavras-chave/keywords). Para padronizar os descritores solicitamos utilizar os Thesaurus da área de saúde (DeCS). O número de descritores desejado é de no mínimo 3 e no máximo 5, sendo representativos do conteúdo do trabalho. Observar a NBR 6028 da ABNT, 1987.

 

5. Agradecimentos: Agradecimentos a auxílios recebidos para a elaboração do trabalho deverão ser mencionados ao final do artigo, logo após as considerações finais.

 

6. Notas e referências citadas: As notas e referências citadas devem ser inseridas no corpo do trabalho, indicadas por números arábicos elevados imediatamente depois da frase a que diz respeito, e restritas ao mínimo indispensável. Deverão constar no rodapé da mesma página em que são inseridas. Admite-se também a adoção do sistema autor/data com notas explicativas.

 

7. Materiais gráficos: Não serão publicadas fotos coloridas, a não ser em caso de absoluta necessidade e a critério da Comissão Editorial. As ilustrações, gráficos, tabelas, desenhos, etc. devem ser limitados ao mínimo indispensável. Caso seja necessária a inclusão de um desses itens, o autor deverá enviar cópia impressa e digitalizada também separadamente do texto. Caso a publicação tenha imagens, enviar em arquivo separado, no tamanho natural que será utilizado, em alta resolução (300 dpi), em arquivos de extensão .jpg, .tif, .eps, ou arquivos do Photoshop (.psd), formato vetorial CorelDRAW (.cdr) ou Adobe lllustrator (.ai). As tabelas e os quadros devem ser numerados consecutivamente, em algarismos arábicos. A legenda será colocada na parte superior dos mesmos, com fonte Times New Roman, tamanho 11, em negrito, parágrafo centralizado. A legenda deverá ser curta e concisa e as fontes de onde foram tiradas devem ser sempre indicadas. Na montagem das tabelas, seguir as Normas de Apresentação Tabular, estabelecida pelo Conselho Nacional de estatística e publicadas pelo IBGE em 1979. Quando mencionar a tabela/quadro ou gráfico no corpo do texto, utilizar os algarismos arábicos.

 

8. Referências: Nas referências devem constar somente as citações que figuram no texto. As referências no final do trabalho devem ser organizadas e apresentadas em ordem alfabética de acordo com o sobrenome do primeiro autor. Para elaboração das referências devem ser observadas as normas ABNT 2002, em especial a NBR 6023, considerando o que segue:

 

Livro de um só autor:

 

FRANCO, Vera Helena Mello. Manual de Direito Comercial. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2003.

 

Livro com mais de três autores:

 

SOBESTIANSKY, J. et al. Suinocultura intensiva: produção, manejo, e saúde do rebanho. Concórdia: EMBRAPA: CNPSA, 1998.

 

Capítulos de livro:

 

MARIANI, Bethânia. Os primórdios da imprensa no Brasil: ou de como o discurso político constrói a memória. In: ORLANDI, Eni Puccinelli (Org.) Discurso fundador: a formação do País e a construção da identidade nacional. 2. ed. Campinas: Pontes, 2001, p. 31-42.

 

Dissertações ou teses:

 

BERNARDI, Pedro Antônio. A comunicação na gestão de instituições de ensino superior. Curitiba, 1995. 129 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do Paraná. CONGRESSO BRASILEIRO DE JORNALISMO EMPRESARIAL, ASSESSORIA DE IMPRENSA E RELAÇÕES PÚBLICAS, 5., São Paulo, 2002, Anais… São Paulo: USP, 2002.

 

Trabalhos apresentados em Congresso:

 

QUIROGA, Sérgio Ricardo. Ciência, e incertidubles: dilemas de la divulgacioón científica latinoamericana. In: CONGRESSO DE JORNALISMO IBEROAMERICANO, 7., Campo Grande, 2001. Anais… Campo Grande: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, 2001.

 

Artigos de revistas:

 

AREU, Graciela Inês Presas. El modelo normativo: Habermas; “…una espina en el costado de la realidad social”. Revista de Estudos da Comunicação, Curitiba, v. 2, n. 5, p. 17-26, mar. 2002.

 

Artigos da Internet:

 

LOPES, Ilza Leite. Estratégia de busca na recuperação da informação: revisão de literatura. Ci. Inf. Brasília, v. 31, n. 2, 2002, Disponível em: <http://www.scielo.br>. Acesso em: 5 abr. 2002.

 

9. IMPORTANTE:

 

• Fica a critério da revista a seleção dos artigos que deverão compor os volumes, sem nenhuma obrigatoriedade de publicá-los, salvo aqueles selecionados pelos pares conforme normas da revista.

• Em nenhuma hipótese serão devidos direitos autorais pelos artigos publicados.

• Os artigos devem obrigatoriamente estar adequados às normas da revista. Os autores autorizam a Equipe Editorial a fazer as adequações técnicas para o aprimoramento do artigo que será publicado.

• Nas pesquisas científicas relatadas que estejam condicionadas à aprovação de Comitês de Ética, os autores se responsabilizam por obtê-la antes do envio do artigo para a revista.